Churchill e três americanos em Londres

Lynne Olson, Estados Unidos

#866

8 de agosto de 2019

Para sua posição cada vez mais inflexível com os soviéticos, Harriman foi bastante influenciado por Kennan que, na opinião de Harrison Salisbury, “conhecia melhor os russos do que qualquer pessoa de minha geração.” Depois de chegar a Moscou em junho de 1944, Kennan, que já havia servido lá no início dos anos 1930, sublinhou para […]

#865

7 de agosto de 2019

Enquanto Paris fervia de felicidade com sua libertação, os residentes de outra capital europeia ocupada estavam em plena luta pela sua. Três semanas antes de os aliados entrarem em Paris, cerca de 25 mil membros do movimento clandestino polonês desencadearam um levante em Varsóvia contra seus ocupantes názis. A rebelião coincidiu com uma ofensiva em […]

#859

31 de julho de 2019

Ofuscada pela Sturm und Drang [ação e emoção] da controvérsia sobre a França, outra nação europeia cativa — a Polônia — também se viu em dificuldades com seus maiores e mais poderosos aliados. Até que a União Soviética fosse catapultada para a guerra em junho de 1941, a Polônia havia contribuído mais para a sobrevivência […]

#839

8 de julho de 2019

Em Teerã, na oportunidade em que Churchill convidou Roosevelt para almoçar, o presidente americano declinou. Hopkins explicou que o presidente não queria “dar a impressão de que ele e Winston arquitetavam maneiras de deixar Stalin em posição desconfortável.” Em vez disso, Roosevelt uniu forças com Stalin para constranger Churchill. Num jantar logo depois do início […]

#838

7 de julho de 2019

No Cairo, em novembro de 1943, Roosevelt ofereceu um festivo jantar de Ação de Graças a Churchill e outras autoridades dos governos americano e britânico que compareciam à conferência, entre eles Winant e Harriman. Naquela noite, a antiga camaradagem Churchill-Roosevelt foi de novo ostentada. O Presidente trinchou dois enormes perus para os que o cercavam […]

#831

29 de junho de 2019

Apesar de sua retórica idealista quanto a se criar um mundo justo e livre de conflitos após a guerra, Roosevelt, como Churchill, tinha pouco interesse num planejamento sério e de longo prazo para traduzir tal mundo em realidade. De fato, durante grande parte da guerra, o presidente se recusou firmemente a qualquer discussão detalhada sobre […]

#824

21 de junho de 2019

Do ponto de vista da maioria dos presentes, Stalin foi, de longe, o melhor negociador dos três líderes em Teerã; lá, e mais tarde em Yalta, os diplomatas e as autoridades militares americanas e inglesas partilharam a inquietante sensação, como observou um funcionário britânico, de que “os ganhos foram sempre para a Rússia, e as […]

#821

18 de junho de 2019

Menos de duas semanas após a assinatura dos acordos de Yalta, Stalin deu indicações de que não tinha a intenção de honrá-los, ao menos no que se referia à Polônia. O governo soviético rejeitou virtualmente todos os líderes poloneses não comunistas indicados embaixadores dos Estados Unidos e Grã-Bretanha, Averell Harriman e Archibald Clark Kerr, para […]

#353

19 de fevereiro de 2017

Seis semanas após a desafiadora transmissão de Ed Murrow na véspera de ano novo, Franklin Roosevelt convidou W. Averell Harriman para um encontro no Salão Oval. No meio de uma conversa sem pé nem cabeça entre os dois, o presidente mencionou en passant que pretendia despacha-lo para Londres a fim de supervisionar o fluxo da assistência […]

#352

18 de fevereiro de 2017

Harriman também tinha a fama de distribuir dinheiro caso isso o ajudasse em Washington. “Costumava subsidiar políticos… para ter acesso ao poder”, observou McCloy. Da mesma que Winant, Harriman deixara o partido republicano para apoiar a eleição de Roosevelt à presidência. Entretanto, diferentemente do novo embaixador na Inglaterra, o envolvimento de Harriman com o New […]

#336

11 de janeiro de 2017

Apesar das ligações, os Roosevelts, que constituíam uma das famílias mais aristocráticas e destacadas do vale do Hudson, nunca aceitaram muito bem os neuveaux riches Harrimans, cuja vasta fortuna derivava de meios que muitas pessoas consideravam ilícitos. Como homem que havia transformado a Union Pacific na mais dominante ferrovia do país, E. H. Harriman, pai […]

#152

8 de novembro de 2015

A maioria dos europeus que se reuniam em torno de mesas com toalhas manchadas de vinho havia escapado para Londres na primavera caótica de 1940, quando as tropas alemãs tomaram a Noruega e a Dinamarca, depois avançaram sobre a França e os Países Baixos. Parecia que dia sim dia não, George VI e Winston Churchill […]

#147

31 de outubro de 2015

No fim do século XIX, Lord Salisbury, então primeiro-ministro da Inglaterra, dissera com um torcer de nariz: “A Inglaterra não solicita alianças. Ela as concede.” Winston Churchill nunca teve tal luxo. Como a Inglaterra enfrentou uma possível invasão germânica em 1940 e 1941, o primeiro-ministro necessitou de todos os aliados que pudesse conseguir, não importava […]

#123

6 de setembro de 2015

A antipatia de Roosevelt pelo colonialismo britânico foi reforçada por um editorial da Life, de 12 de outubro de 1942, intitulado “Uma Carta Aberta ao Povo da Inglaterra”. Nele, os editores da revista declararam: “De uma coisa estamos certos: não estamos lutando para manter o Império Britânico intacto. Não gostamos de deixar o assunto de forma […]

#34

12 de fevereiro de 2015

Todavia, diferente de outros lideres europeus, o general francês rejeitou o reconhecimento de sua posição inferior. Teimou que os Franceses Livres, em virtude da histórica proeminência de seu país na Europa, teriam de desempenhar um papel importante no desenrolar da guerra. “Não sou subordinado a ninguém,” declarou certa vez. “Tenho uma missão, e só uma, […]

#10

11 de janeiro de 2015

Se bem que muitas vezes irado ou magoado, com a difamação lançada contra ele pelos ingleses (sobre Montgomery, certa vez estourou: “Valha-me Deus, posso lidar com qualquer um, exceto com esse filho da puta!”), Eisenhower continuou firme sobre a importância do esforço de guerra inglês. Nenhum outro chefe militar — inglês ou americano — trabalhou […]