#500

28 de janeiro de 2018

Por que as ideias de Confúcio, tão altamente apreciadas em séculos posteriores, foram tão cabalmente ignoradas em seu próprio tempo? À primeira vista, seu insucesso pode parecer surpreendente. Como imperadores e dirigentes da China e de boa parte do resto do Leste Asiático viriam a considerar posteriormente, vários aspectos dos ensinamentos de Confúcio proporcionavam uma […]

#497

21 de janeiro de 2018

Confúcio esperava ainda mais do rei do que de um indivíduo comum. Ao se pautar rigorosamente por esses preceitos morais, o rei carregava a pesada responsabilidade de servir de paradigma de virtude para todos os demais do reino. Ele só poderia reinar aperfeiçoando-se e com isso aperfeiçoaria a sociedade em geral. “Estimule o povo a […]

#496

20 de janeiro de 2018

No pensamento de Confúcio, o soberano situava-se no topo de uma hierarquia que ditava responsabilidades sociais claramente definidas. Confúcio julgava que só se poderia restaurar a ordem na China se cada membro da comunidade cumprisse determinados deveres baseados em sua posição no mundo, a contar desde o soberano até o agricultor comum. Confúcio explicou esse […]

#495

17 de janeiro de 2018

Com o decorrer dos séculos, a dinastia Zhou perdeu o poder. O império era enorme e sua administração inábil. Por conseguinte, os senhores locais prestavam cada vez menos atenção ao centro. Os Zhou sempre formaram um pequeno grupo de tribos nômades de mongóis, turcomanos e alguns tibetanos que viviam ao redor ou entre eles, fazendo […]

#492

10 de janeiro de 2018

O que Confúcio resolveu estudar foram os escritos e rituais que mesmo em sua época era considerados antigos. Em sua busca de soluções para os percalços da China de seu tempo, voltou-se para um período que percebia como uma era dourada, quando a nação estava unificada e em paz: os anos iniciais da dinastia Zhou. […]

#486

27 de dezembro de 2017

Os Analectos nos contam sobre um homem chamado Jie Yu, conhecido como “o louco de Chu”, que passou por Confúcio cantando uma canção: Como tua virtude decaiu! O que se passou é irremediável, Mas o porvir ainda não está perdido. Desiste, desiste! Periclitante é a sina dos que ora detêm cargos públicos. Confúcio saltou da […]

#480

13 de dezembro de 2017

Para Confúcio, despender energia com tais assuntos era perda tempo. Ele era em grande medida um homem do aqui e agora, focado no primordialmente real. Procurava instilar moralidade nos homens, assegurar o bom governo, fortalecer a família e ensejar prosperidade à sociedade. Seu objetivo era enviar as pessoas a serem virtuosas e a empregar essa […]

#464

5 de novembro de 2017

No Ocidente, acadêmicos e políticos estudaram durante séculos os filósofos gregos, a Bíblia e outras obras judaico-cristãs e os pensadores que a assentaram a base para a sociedade moderna do Ocidente tais como John Locke, Thomas Hobbes e Adam Smith. Não foi assim no Extremo Oriente. Historicamente, acadêmicos, escritores e dirigentes estatais daquela porção do […]